maculando Adelpha
Meu trabalho adultera um dos retratos da bibliotecária Adelpha Figueiredo dentro da Biblioteca do Pari que leva o nome de Adelpha. As intenções do trabalho são 1.a de macular através de uma narrativa ficcional a presumida excelência da moral, a história e o caráter de Adelpha, e 2. a de desestabilizar a posição central e de destaque que este seu retrato ocupa, quer espacial quer miticamente. Vou poluir ficcionalmente o emérito caráter de Adelpha com temas ‘clássicos’ dos não-espaços das virtudes: o da leviandade, o da sexualidade incontrolável , dos exorcismos ecléticos e das religiões desviantes, até chegar às estórias de um seu admirador, bibliotecário necrófilo obsessivo. Visualmente o trabalho é um caleidoscópio de his/estórias lidas por entre desenhos, aquarelas, têxteis e um livro-guia narrativo. Ele equaciona um conjunto mural que procura questionar a inocência e dimensionar a potência que essas imagens e artefatos simbólicos (nos) imprimem.
f. marquespenteado

19:48

comentários: Postar um comentário

Sábados na Biblioteca

16 de setembro
das 11h as 17:30h - Abertura
das 11h as 17h - A Balada de Penélope: confecção interminável de tapete iniciado em maio de 2006
13h - Dobra: performance DobraLabirinto

23 de setembro
das 11h as 17h - A Balada de Penélope: confecção interminável de tapete iniciado em maio de 2006
15h - Antoine Poncet em performance
das 15:30h às 17:30h - Celso Favaretto, Juliana Monachesi e Nelson Brissac: Mesa de falas com críticos e curadores.

30 de setembro
das 15:30 às 17:30h - Guto Lacaz e Sérgio Basbaum:Mesa performática com críticos.

15 de outubro
12h - Monges Verdes: Vídeo da peregrinação desde a Catedral da Sé até a Biblioteca Adelpha Figueiredo
das 14:30 as 16h - Flávia Vivacqua, Nazareno, Néle Azevedo e Teresa Viana: conversa com artistas.
16h - Dobra: performance SinfoniaLabirinto.

últimas mensagens:
F.Marquespenteado - Maculando Adelpha
Bruno Sipavicius- Pai e Filho

arquivos:
{...08.06...}
{...09.06...}
{...10.06...}
{...11.06...}
{...01.07...}